Rádio Web do gaguinho

WWW.RADIALISTAGAGUINHO.COM.BR

segunda-feira, 13 de junho de 2016

MUNICÍPIOS BAIANOS COMEMORAM ANIVERSÁRIO NO DIA SANTO ANTONIO


O dia 13 de Junho é dia de festa para muitos devotos de Santo Antônio, e dia de dupla comemoração para as cidades de Serrinha, Madre de Deus, Cabaceiras do Paraguaçu e Saubara. É que esses quatro municípios baianos estão comemorando aniversário de emancipação nesta segunda-feira (13/6). E, para homenagear estes municípios e sua população, o deputado estadual Carlos Geilson (PSDB) apresentou moções de congratulações na Assembleia Legislativa da Bahia.
A mais veterana dentre as aniversariantes de hoje, Serrinha comemora 140 anos. Os relatos históricos sobre o território onde está Serrinha remontam ao século XVII, quando o local era habitado pelos índios Cariris. No começo do século seguinte os portugueses chegaram naquela região e desenvolveram a pecuária na fazenda Serrinha, implantada por eles. Em seguida os desbravadores iniciaram a construção de uma capela dedicada à Senhora Santana, padroeira local, possibilitando o surgimento de um povoado que se tornou ponto de parada dos tropeiros que trafegavam pela região.
Já os jovens municípios de Madre de Deus, Cabaceiras do Paraguaçu e Saubara estão comemorando 27 anos neste dia 13. “Desejo prosperidade e desenvolvimento para todos os municípios baianos aniversariantes. Que essa data represente mais esperança para todas as respectivas populações. Aproveito este momento para reafirmar meu compromisso em continuarlutando por melhorias para todos os munícipes”, frisou Geilson.
Integrante do arquipélago da Baía de Todos os Santos, Madre de Deus já foi distrito de Salvador e é formada pelas ilhas de Maria Guarda, Vacas e Coroa do Capeta. Já Saubara é um município que integra a região do Recôncavo Baiano, além de ser formado por sua sede e pelos distritos de Bom Jesus dos Pobres e Cabuçu, sendo o último um dos destinos mais procurados principalmente pelos feirenses no verão por conta da beleza de sua praia. A história saubarense remonta a uma época anterior a colonização portuguesa. Suas terras eram habitadas pelos índios tupis.
O povoamento inicial da região onde está Cabaceiras do Paraguaçu ocorreu em 1559 com a construção de um convento para a catequese dos aborígenes locais. Com o passar dos anos, a história local tornou-se intimamente ligada à história do poeta Castro Alves e de sua família.