Rádio Web do gaguinho

WWW.RADIALISTAGAGUINHO.COM.BR

sexta-feira, 9 de março de 2018

CRUZ DAS ALMAS-BAHIA: FILHA DE VENDEDORA DE BOLO, MORTA PELO COMPANHEIRO SE EMOCIONA AO FALAR DE SUA MÃE E PEDE JUSTIÇA


Maria Clara, filha de Maria Malena da Silva morta no dia 11 de Fevereiro pelo companheiro,  Francisco Chavier Nascimento de Santana, o "Chico do Taxi", quebrou o silêncio depois de quase um mês da morte de sua mãe e conversou com o Cruz na Tela.
Segundo ela,  não está sendo fácil encarar essa dura realidade, uma vez que a sua mãe era tudo em sua vida.  Ainda conforme Maria Clara, o que  mais lhe causou revolta foi o pai do assassino de sua mãe, defendendo o filho em uma emissora de rádio da cidade. Além de tudo ele faltou com a verdade, ao declarar que o filho é uma pessoa boa. 
"Minha mãe trabalhava muito, inclusive para sustentar Chico, e virava a madrugada só para bancar o luxo dele. Ela ainda revelou que Chico só era bom para o pessoal da rua, para sua mãe era muito diferente. Ainda Conforme a jovem,  uma viagem que ele fazia para as encomendas de bolo, cobrava, a mãe ainda tinha que pagar. 
O crime
"No dia do crime, tentei ligar para ela e não consegui de maneira nenhuma falar, estava na ilha era domingo de carnaval. 
Assim que consegui falar com um dos meus parentes, fui avisada que a minha mãe havia passado mal e por muito insistir para  me contarem a verdade,  descobri que ela havia morrido, então eu vim embora da ilha", disse. Ela ainda contou, que em meio a tanto sofrimento, veio o anuncio da prisão dele, o que terminou aliviando um pouco.

A prisão
Depois do crime, Chico fugiu para a ponte de "Pedra do Cavalo" na Br 101, de onde tentou se jogar mas, após uma longa negociação com a Polícia Rodoviária Federal (PRF)  resolveu se entregar, sendo apresentado no Plantão Central da delegacia da cidade. Em vários momentos da entrevista Maria, chorou e terminou pedindo justiça. O taxista permanece preso na delegacia de Cruz das Almas à disposição da justiça. C. Tela
Vendedora de bolo é encontrada morta dentro de casa em Cruz das Almas; marido é suspeito do crime